Realismo

O realismo foca em reproduzir, da maneira mais fiel possível, a cena de uma foto na pele. O grande desafio desse estilo de tatuagem é conseguir combinar as cores usadas na tatuagem com o tom de pele da pessoa tatuada para que a imagem fique a mais perfeita possível.

Nessa categoria de tattoo muitas vezes são feitas imagens de animais como leão, tigre, gorila, urso, lobos, entre outros. Além de animais, no realismo colorido também é muito comum tatuagens de rostos de pessoas e objetos do dia a dia. No realismo preto e cinza é muito comum a reprodução de rostos e paisagens.

Encontrar o tom exato da imagem a ser reproduzida é um dos maiores desafios na hora de criar uma tatuagem em realismo colorido. Mas acho incrível como as “manchas” se transformam em uma arte com tanta expressão, é isso que me apaixona nesse estilo.
 — Rodrigo Koala.

Uma tatuagem em realismo pode levar algumas dezenas de horas para ficar pronta, por conta da precisão de traços e cores exigidas.

Cada trampo é um desafio, tem gente que acha que é fácil pra mim, claro que com a prática vem umas facilidades. Sempre tem as dificuldades do trampo em si, deixar igual né, ainda mais quando é um parente como um filho, mãe, pai, etc. Porque aí se não ficar igual será nítido para pessoa, fora o desafio de fazer muito igual, tem as dificuldades encontradas nas peles dos clientes, demora até você reconhecer os tipos e saber como ela vai se comportar. — Fernando Tampa.

Eu no início curtia new school, ainda curto por sinal, mas os caminhos foram me levando ao natural pro Realismo Colorido, quando moleque nunca desenhei colorido, só preto e na tattoo achei muito legal aplicar cores , mas não achava que conseguiria fazer realismo até que um dia eu tentei e deu certo, segundo lugar portrait na primeira convenção que fui, isso, e a procura dos clientes por esse estilo fizeram eu praticar mais e mais, e assim vendo que conseguia fui me desafiando mais e mais, hoje embora faça bastante preto e cinza e outros estilos também, o realismo colorido é o principal estilo que faço. — Fernando Tampa.